11/09/2017

2ª-feira da 23ª Semana do Tempo Comum

11 de Setembro de 2017

Cor: Verde

1ª Leitura - Cl 1,24-2,3

Tornei-me ministro da Igreja para vos transmitir
o mistério escondido por séculos e gerações.
Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses 1,24-2,3

Irmãos:
24 Alegro-me de tudo o que já sofri por vós
e procuro completar na minha própria carne
o que falta das tribulações de Cristo,
em solidariedade com o seu corpo, isto é, a Igreja.
25 A ela eu sirvo,
exercendo o cargo que Deus me confiou
de vos transmitir a palavra de Deus em sua plenitude:
26 o mistério escondido por séculos e gerações,
mas agora revelado aos seus santos.
27 A este Deus quis manifestar
como é rico e glorioso entre as nações este mistério:
a presença de Cristo em vós,
a esperança da glória.
28 Nós o anunciamos,
admoestando a todos e ensinando a todos,
com toda sabedoria,
para a todos tornar perfeitos em sua união com Cristo.
29 Para isso eu me esforço com todo o empenho,
sustentado pela sua força que em mim opera.
2,1 Quero pois que saibais que luta difícil sustento por vós,
pelos fiéis de Laodicéia
e por tantos outros, que não me conhecem pessoalmente,
2 para que sejam consolados
e se mantenham unidos na caridade,
para que eles cheguem a entender profunda e plenamente
o mistério de Deus Pai e de Cristo Jesus,
3 no qual estão encerrados todos os tesouros
da sabedoria e da ciência.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 61 (62),6-7. 9 (R. 8a)

R. A minha glória e salvação estão em Deus.
6 Só em Deus a minha alma tem repouso, *
porque dele é que me vem a salvação!
7 Só ele é meu rochedo e salvação, *
a fortaleza, onde encontro segurança! R.

9 Povo todo, esperai sempre no Senhor, +
e abri diante dele o coração: *
nosso Deus é um refúgio para nós! R.

Evangelho - Lc 6,6-11

Observavam, para verem se Jesus curaria em dia de sábado. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6,6-11 Aconteceu num dia de sábado que,
6 Jesus entrou na sinagoga,
e começou a ensinar.
Aí havia um homem cuja mão direita era seca.
7 Os mestres da Lei e os fariseus o observavam,
para verem se Jesus iria curá-lo em dia de sábado,
e assim encontrarem motivo para acusá-lo.
8 Jesus, porém, conhecendo seus pensamentos,
disse ao homem da mão seca:
'Levanta-te, e fica aqui no meio.'
Ele se levantou, e ficou de pé.
9 Disse-lhes Jesus: 'Eu vos pergunto:
O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal,
salvar uma vida ou deixar que se perca?'
10 Então Jesus olhou para todos os que estavam ao seu redor,
e disse ao homem: 'Estende a tua mão.'
O homem assim o fez e sua mão ficou curada.
11 Eles ficaram com muita raiva,
e começaram a discutir entre si
sobre o que poderiam fazer contra Jesus.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Lc 6, 6-11

Duas perguntas podem ser feitas a partir do Evangelho de hoje: a primeira é sobre o motivo da existência da lei, e a segunda é sobre a nossa atitude em relação ao modo de agir das outras pessoas. No primeiro caso, a lei pode existir tanto para garantir direitos como para ser instrumento de opressão e de dominação. Os fariseus e os mestres da Lei fizerem da Lei de Deus não um meio para garantir o bem, mas um meio de estabelecerem relações de poder e dominação. No segundo caso, quando uma pessoa faz algo que nos surpreende, nós podemos condená-la e excluí-la porque não segue os padrões da normalidade ou podemos buscar os seus motivos, e talvez aprendamos novas formas de amar.


Fonte: CNBB

Preferências